Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Granjinha/Cando

e Vale de Anta... factos, estórias e história.

Granjinha/Cando

e Vale de Anta... factos, estórias e história.

BOA PÁSCOA!

24
Abr11

 Em dia de Páscoa, além de outras tradições... cá pelo nosso Portugal costuma ser dia de visita aos nossos monumentos, principalmente pelos turistas nossos vizinhos. Deixo em jeito  de sugestão um boneco do arco da Capela da Granjinha a merecer um click. Quanto mais não seja para visitar as aberrações que por lá se fazem...

 

FELIZ ANIVERSÁRIO!

22
Abr11

                                                                                                                                                                                                                              

  P A R A B É N S !

 

Ora hoje está de Parabéns um AMIGO DA GRANGINHA!

O seu Blogue  espalhou por todos os Continentes imagens e louvores à nossa ALDEIA.

Homem de grande coração e de enorme alma de Flaviense, FERNANDO RIBEIRO é daqueles que mais tem batalhado pelo reconhecimento e respeito devidos às ALDEIAS e FREGUESIAS do nosso Concelho.

FERNANDO RIBEIRO já pertence à Dinastia dos Ilustres Transmontanos .

 E está na linha de sucessão de Braga da Cruz, Adérito Freitas, Júlio Machado, Edgar Carneiro e Lourenço Fontes, entre outros.

A GRANGINHA deseja-lhe um FELIZ ANIVERSÁRIO!

 

P A R A B É N S, FERNANDO RIBEIRO!

 

 

Luís Fernandes/A.Cruz

Luís da Granjinha!

11
Abr11

Recebi hoje devidamente autografado e com dedicatória "A missa do 7º Dia" conto da Autoria do Luís Henrique Fernandes, neto predilecto da Granjinha.

Trata-se de um conto da época em que o amor era ...

 

Este pequeno rincão, não é só conhecido pela sua capela ou pela Villae Romana que se encontra soterrada no seu subsolo.

Tem também filhos predilectos, que muito honram as suas origens.

Deixo-vos com a sugestiva capa. Mas o melhor é mesmo ler !



a casa nova...

08
Abr11

Quem se dirige à Granjinha, pelo alto da forca, subindo a ladeira das "carvalhas", surge agora um bairro novo.

Há uma década atrás, apenas existia a casa da "Quinta do Alfredo das Curadoras ", o lugar já era conhecido pela casa nova!

A Quinta foi vendida e recuperada e agora é mesmo nova...

 

 

Dia de Enganos...

02
Abr11

    

    O post publicado ontem, podia muito bem ser a notícia que a Granginha merecia ouvir dos "nossos" políticos ou das entidades que gerem o nosso património.

    Mas não, afinal foi só um engano, a Granginha, "não" merece tal alta distinção.

    ALDEIA HISTÓRICA!

    Mas que será isso ?

    Não, afinal estamos em crise!

    Se quando as "Bacas" eram gordas ninguém se lembrou de tal, agora seria uma contradição. Gastar dinheiro em coisas supérfluas, era o que faltava.

    Qual enterrar linhas eléctricas, substituir iluminação ou pavimentos em granito!

    Pavimentar as ruas que faltam na aldeia ou a ligação à freguesia ? Mas qual quê?

    Sinalizar os nossos monumentos e melhorar os seus acessos ?

   Criar um núcleo museológico na Granginha?

   Não, os achados podem ir para Braga ou Lisboa, locais onde existem museus  com vestígios arqueológicos, é lá que devem estar...dizem !!!

    Realmente só podia ser mesmo um engano

 

  

Granginha - Aldeia Histórica !!!

01
Abr11

    Segundo a Junta de Freguesia de Vale de Anta, foi aprovado o projecto de recuperação do casco antigo da Granjinha, bem como a requalificação da envolvente da capela, com incidência principal sobre a Villae Romana, com vista à sua classificação como Aldeia Histórica.

 

    O projecto co-financiado pelacomunidade Europeia em 75% e  em 25% pelo Igespar, engloba a requalificação do casco antigo da aldeia(financiamento para recuperar as habitações atendendo à antiga traça, soterrar as linhas eléctricas, substituição da iluminação pública no casco antigo por candeeiros de pé ou de suporte nas habitações, bem como pavimentação das ruas em laje de granito da região). O projecto compreende ainda a requalificação das ruínas romanas recentemente descobertas, bem como a expropriação de terrenos circundantes, onde se pensa estar o que resta da Vila Romana.

 

 

     Uma das casas em ruínas junto à capela, será adquirida para nela instalar o núcleo museológico da Granjinha, que receberá todas as peças já encontradas, aras, capiteis, mosaico romano, colunas, tegula e o material que virá a ser encontrado na zona envolvente, o referido museu terá ainda uma componente etnográfica.

 

 

        Finalmente numa segunda fase da Responsabilidade da Câmara Municipal, mas ainda previsto para este ano, a sinalética dos locais a visitar e de interesse histórico, esta parte extensível aos lugares de interesse e a monumentos da freguesia assim como as acessibilidades a estes locais que serão melhoradas, lembrar ainda que a ligação da Granjinha à sede de freguesia, será alcatroada, já que é a única aldeia da freguesia que não tem ligação pavimentada aos restantes lugares.

         Resta um agradecimento aos responsáveis (políticos e técnicos), que com a sua sensibilidade conseguiram pôr um lugar humilde mas com muita História apetecível para o turismo. Tornar assim esta região mais rica, pois o turismo gera riqueza e a Granginha será ainda mais um ponto de visita obrigatório no roteiro da região.

         Lembrar que todo este investimento tem a haver com a classificação da Granginha, como Aldeia Histórica!

         

           Bem-haja...